Governo lança ‘Diques da Produção’. Bequimão é um dos 35 municípios beneficiados

Foto 1 Handson Chagas_lançamento do programa disques de produçãoO Governo do Estado lançou o programa ‘Diques da Produção’ para atender antigo anseio da população da Baixada Maranhense, que sofre, historicamente, com a entrada de água salgada pelos talvegues naturais (igarapés) nas áreas mais baixas da região. Em solenidade realizada nesta terça-feira (12), no Palácio dos Leões, o governador Flávio Dino fez o anúncio do investimento de R$ 15 milhões, nesta primeira etapa, que beneficiará 35 municípios da região.

Os ‘Diques da Produção’ têm o objetivo de garantir a contenção de água doce e o combate da salinização dos campos naturais inundáveis e implantar grandes canais que permitirão armazenar água para desenvolver projetos nas áreas da piscicultura, agricultura, pecuária, e, ainda, fazer recargas de água subterrâneas e melhorias do clima da Baixada Maranhense.

O governador Flávio Dino ressaltou que a iniciativa parte de uma visão muito clara acerca de como transformar a realidade do Maranhão. “Só há desenvolvimento quando é para todos. Se é para poucos, pode haver crescimento econômico. Mas não há desenvolvimento. Porque desenvolvimento exige a implicação da tática da dimensão do incremento da riqueza com a justa distribuição dos produtos do progresso. Essa é a grandiosidade que nós procuramos imprimir no nosso Governo”, destacou.Foto6_NaelReis_Secap120716 - Diques de Produção

De acordo com Flávio Dino, o programa ‘Diques da Produção’ é mais uma das lendas existentes no Maranhão que foram enfrentadas pelo Governo para beneficiar a Baixada Maranhense, importante região do Estado. Ele explicou, ainda, que, apesar da grave crise econômica que assola o Brasil, o Maranhão tem trabalhado de forma progressiva e criativa para continuar no caminho do desenvolvimento.

“Nós vamos progressivamente implantando o complexo de Diques da Produção. Ou seja, nós estamos fatiando o problema. Em vez de buscar disputar, nesse momento de crise econômica, uma suposta obra grandiosa, que custaria algumas centenas de milhões de reais, nós estamos enfrentando o mesmo problema em partes. E vamos fazê-lo de modo participativo, com a ajuda da população da Baixada”, explicou.

O vereador Elanderson (PCdoB) participou do lançamento do programa e elogiou a iniciativa do governador Flávio Dino. “O Diques de Produção é um programa de extrema importância para a região e especialmente para Bequimão, pois preserva o meio ambiente e cria oportunidade para que as pessoas produzam e se beneficiem com as riquezas de nossos campos”, afirmou.

O programa será acompanhado diretamente pelo Comitê ‘Diques da Produção’, formado por representantes da Casa Civil, Secretarias de Estado da Agricultura Familiar (SAF); Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima); Desenvolvimento Social (Sedes); e Meio Ambiente e Recursos Naturais (Sema), todas trabalhando de forma conjunta para a plena preservação e desenvolvimento das áreas.

O secretário-chefe da Casa Civil e presidente do Comitê, Marcelo Tavares, enfatizou que essa é mais uma ação do Governo em benefício da Baixada Maranhense, que já conta com investimentos nas áreas da educação, com reconstrução de escolas e construção dos Iemas; da saúde, com a inauguração do Hospital Dr. Jackson Lago, em Pinheiro; além da infraestrutura, com o início do tão sonhado trecho de Central a Bequimão.

Apoio à produção

Os secretários da Sedes, Neto Evangelista, e da SAF, Adelmo Soares, fizeram apresentação dos benefícios que os Diques da Produção terão para a população da região. Prefeitos, líderes políticos e produtores estiveram presentes no lançamento do programa.

O secretário explicou que o programa trabalhará na construção de duas modalidades: barragens – que poderão ser usadas para irrigação e para impedir a entrada de água salgada nos igarapés, e, com isso, proteger os mananciais de água doce das regiões e outros ecossistemas; e canais – que além da função de armazenamento de água, poderá ser utilizado como hidrovia interligando as pequenas propriedades.

Em sua apresentação, Adelmo Soares apontou as potencialidades econômicas da implantação dos Diques da Produção que beneficiarão pescadores, agricultores familiares, indígenas quilombolas e extrativistas.

O Programa Diques da Produção contemplará intervenções nos municípios de: Alcântara, Anajatuba, Apicum-Açu, Arari, Bacuri, Bacurituba, Bela Vista do Maranhão, Bequimão, Cajari, Cajapió, Cedral, Central do Maranhão, Conceição do Lago-Açu, Cururupu, Guimarães, Igarapé do Meio, Matinha, Mirinzal, Monção, Olinda Nova do Maranhão, Palmeirândia, Pedro do Rosário, Penalva, Peri Mirim, Pinheiro, Porto Rico do Maranhão, Presidente Sarney, Santa Helena, Santa Rita, São Bento, São João Batista, São Vicente Ferrer, Serrano do Maranhão, Viana e Vitória do Mearim.

Obras por todo o Maranhão

Por Flávio Dino

13567500_586317994862311_9071059500908362556_nA construção civil é um setor de enorme importância econômica e social no Maranhão, por movimentar centenas de empresas e milhares de empregos. Essa é uma das razões pelas quais tenho me dedicado tão intensamente a um alto número de obras sendo iniciadas, concluídas e inauguradas, apesar da escassez financeira vigente no país.

São centenas de obras em ruas, estradas, hospitais, escolas e praças. Com essas intervenções, cidadãos de todas as regiões já passaram a ter acesso a mais benefícios, para melhorar as suas vidas. Para dimensionar essas mudanças, basta pensar nas pessoas com acesso facilitado às suas casas e estas com menos poeira, ou lembrar-se dos alunos mais motivados em escolas reformadas. E muitos outros benefícios: novas unidades do VIVA para acesso a direitos civis e sociais; hospitais regionais de alta complexidade; poços e sistemas de água; praças para lazer e qualidade de vida nas cidades.

Em nossa Ilha, a título de exemplo, cito dois grandes sonhos da população, que estamos agora concretizando. As intervenções na região do Parque Vitória e na Forquilha são obras de verdade, com drenagem, feitas para durar. Já fizemos na Ilha cerca de 150 quilômetros de asfalto, abrangendo bairros populosos como os da área Itaqui-Bacanga, Coroadinho e Cidade Operária, em parceria com a prefeitura. Sempre sublinho que o Programa Mais Asfalto é um jeito de ajudar os municípios na execução de uma tarefa que a eles compete, cabendo ao Governo do Estado um papel complementar. Cumprindo essa função, o Mais Asfalto já chegou a 130 cidades, e até o fim do nosso mandato estará nos 217 municípios.

No tocante às estradas, temos mais de 1.000 quilômetros executados no nosso governo, aí computando obras concluídas, obras em andamento e recuperações de pavimentação. Como exemplo, convido a todos para acompanharem a revolução que estamos fazendo no Sudeste do Maranhão, com obras ligando municípios como São Francisco, Barão de Grajaú, São João dos Patos, Passagem Franca, Buriti Bravo, Lagoa do Mato, indo até o povoado Baú, já em Caxias.

Na área da saúde, temos dezenas de construções e reformas. Desse conjunto, menciono o Hospital da Criança, em convênio com a prefeitura de São Luís, e o novo Hospital dos Servidores do Estado, duas obras grandiosas que estão em execução na Avenida dos Franceses e atrás do Hospital Carlos Macieira.

Também investimos em espaços de lazer e convivência comunitária, pois isso ajuda a ter pessoas mais saudáveis e felizes. Me alegro muito quando vejo a revolução urbana que a praça da cidade de Matões causou, ou visito a Praça da Lagoa repleta de crianças brincando ao ar livre. Várias cidades serão beneficiadas com novos equipamentos urbanos, a exemplo da nova Beira-Rio de Imperatriz, presente para a região tocantina que vamos começar a executar agora em julho.

E tudo isso que aqui destaquei é uma pequena parte do enorme acervo de obras que temos hoje, sob a coordenação da minha valente e determinada equipe. Quem ler esse artigo, talvez se pergunte por que essas coisas boas não aparecem em algumas televisões. Ou por que alguns insistem em somente derramar amargura, em críticas rancorosas, vendo até “bois tristes” onde só houve festa. Trata-se de ótimas perguntas, bem ilustrativas sobre a demarcação entre os vários campos políticos no Maranhão, em torno da contradição essencial: de um lado, os que querem e constroem mudanças; do outro lado, os que lamentam a perda de privilégios pessoais, ou que se dizem “desiludidos” com nosso governo porque eu não aceito a formação de novos coronéis e castas. Afinal, fui eleito para defender os interesses dos indefesos, dos esquecidos, dos invisíveis. Assim tem sido, e assim será.

Advogado, 48 anos, Governador do Maranhão. Foi presidente da Embratur, deputado federal e juiz federal.

Divulgada lista de selecionados no Programa CNH Rural; Veja

O Departamento Estadual de Trânsito da Maranhão (Detran-MA) divulgou o nome dos 2.100 selecionados do Programa CNH Jovem. Agora, os candidatos devem reunir a documentação exigida pelo programa, e no período de 1º de julho a 31 de agosto, comparecerem à sede do Detran-MA, postos avançados ou Ciretrans, para realizarem a abertura do cadastro no Registro Nacional de Carteiras de Habilitação (Renach).

Clique AQUI  e confira a relação de selecionados e excedentes da Baixada Ocidental.

“Nesta etapa, garantimos que o CNH Rural beneficie o público alvo do programa, que é o trabalhador rural, o homem do campo. Por isso é preciso comprovar que ele reside na zona rural e exerce atividade rural”, destaca João Moraes, chefe da Controladoria do Detran.

Os documentos obrigatórios são a cópia da Carteira de Identidade e CPF, certidão ou declaração emitida por instituição de ensino registrada no Conselho Estadual de Educação, comprovando que ele concluiu o ensino fundamental, Declaração de Aptidão do Pronaf (DAP), comprovante de residência e as certidões negativas de ações civil e criminal da Justiça Estadual e Federal.

Os candidatos selecionados serão beneficiados com a gratuidade do processo de habilitação para categoria A, destinada à condução de motocicletas.

Depois de validado o cadastro no Renach, o canditado deve se matricular no curso de formação teórico e prático. Fica a cargo de cada beneficiário do Programa, escolher o Centro de Formação de Condutor (CFC) que preferir, desde que este seja credenciado ao Detran-MA e tenha aderido ao CNH Rural.

Bequimão será beneficiado pelo programa Diques da Produção

foto 1O município de Bequimão é um dos beneficiados pelo Programa Diques da Produção, criado pelo governador Flávio Dino.

Os diques visam conter a água doce e combater a salinização dos campos inundáveis da Baixada Maranhense.

De acordo com o governador, o programa Diques da Produção será implementado mediante ações de várias secretarias e da Agerp, além da ampla participação dos produtores.foto 3

O Programa Diques da Produção será coordenado por Comitê Gestor presidido pelo secretário Marcelo Tavares.

foto 2

Agencia do Banco do Brasil volta a funcionar em Bequimaõ

IMG-20160512-WA0006[1]

Os serviços bancários do Banco do Brasil voltaram a funcionar no município de Bequimão na ultima quinta-feira, dia 11. O restabelecimento do atendimento aconteceu devido a uma solicitação do Vereador Elanderson Pereira (PC do B), ao Serviço de Proteção ao Consumidor (PROCON), através do presidente da autarquia, Duarte Junior.

O serviço havia sido cancelado desde Outubro de 2014, quando homens armados invadiram a agencia, explodiram os caixas eletrônicos e levaram todo o dinheiro disponível. Na época, não foi revelado à quantia levada pelos assaltantes.

Com a paralisação da agencia bancaria na cidade, moradores de Bequimão eram obrigados a se deslocares até Pinheiro para realizarem serviços bancários como: saques, transferência, pagamentos de contas e outros. Incomodado com a situação e mais uma vez demonstrando o seu compromisso com seus munícipes, o Vereador Elanderson recorreu ao PROCON e buscou ajuda.

Para o vereador comunista a volta do serviço bancário na cidade vai trazer mais comodidade para população e fortalecer a economia local. “A volta desse serviço e bom para todos. Uma vez que as pessoas se deslocavam até o município visinho para realizarem essas transações bancarias, eles aproveitavam para realizares algumas compras e acabavam deixando parte desse recurso em outra cidade que não era a nossa”, disse.

Ao receber a solicitação do parlamentar o Presidente do PROCON, Duarte Junior, o parabenizou pela iniciativa e garantiu que tomaria todas as medidas para que o problema fosse solucionado. “De imediato vou encaminhar sua denuncia á Federação Brasileira dos Brancos – FEBRABRAN e ao Banco Central para a população de Bequimão tenha uma resposta de imediato” declarou. Depois de tramitado todo o processo, finalmente a agencia voltou a funcionar.