Propostas para um Maranhão de Todos Nós

Por Flávio Dino

Artigo publicado no Jornal Pequeno deste domingo (27)

Esta semana que passou, o movimento Diálogos pelo Maranhão mostrou à sociedade as primeiras 53 propostas que compõem o nosso Programa de Governo. Fiz a apresentação em uma entrevista coletiva, ao lado de vários companheiros do movimento suprapartidário que busca encontrar soluções para os problemas do nosso estado. As propostas nasceram da reunião de mais de 30.000 pessoas, em 12 meses de seminários, entrevistas e plenárias setoriais.

Todos sabemos que o Maranhão possui grandes riquezas. Tem recursos naturais abundantes, água e energia. Possui posicionamento geográfico estratégico e privilegiado em relação às grandes rotas do comércio internacional, próximo aos Estados Unidos e à Europa, bem como ao Canal do Panamá, que dá acesso à China e ao Japão. Além disso, nosso estado possui belas paisagens e diversidade cultural, o que nos dá um gigantesco potencial turístico, como pude mais uma vez confirmar ontem, visitando Tutóia e Paulino Neves.

Mas há uma contradição gigantesca entre todas essas riquezas e nossos índices sociais, que, invariavelmente, frequentam a última ou penúltima posição de todos os rankings do país. A causa dessa contradição está em um sistema político concentrador, que suga as riquezas de nosso estado em tenebrosas transações que rotineiramente frequentam o noticiário nacional, a exemplo da prisão do doleiro Alberto Youssef em um hotel de São Luis.

Para um problema político, a solução só pode ser política. Como nos ensina o grande militante social Manoel da Conceição, no livro Chão de minha Utopia, devemos buscar “o enfrentamento dos problemas a partir do encontro prático com a realidade”.

Em direção à superação da contradição acima apontada, mergulhamos no “encontro prático com a realidade”, produzindo como resultado o texto disponível no endereço eletrônico http://www.dialogospelomaranhao.com.br . Esse texto, como registrado em sua abertura, é “muito mais do que a soma de letras reunidas em uma folha de papel. Ele não foi escrito apenas com tinta, nem é produto apenas de um discurso racional sobre o Maranhão. Cada linha foi tecida por muitas mãos, com fios chamados ESPERANÇA. Ouvimos as atuais gerações de maranhenses, mas também a reverberação das vozes dos que nos antecederam nessa luta e deixaram um legado com o qual aprendemos e ao qual reverenciamos.”

Dentre as propostas, destaco o Mais Médicos Maranhão, que visa combater, de modo duradouro, a falta desses profissionais de saúde em nosso estado, com mais vagas e mais cursos de medicina, além da implantação da carreira de Estado para os médicos e de bolsas complementares no PROVAB (em todas as áreas: medicina, enfermagem, odontologia etc).

Na área da segurança, propomos o programa Segurança para Todos, com a duplicação da força policial e ampliação dos direitos da categoria. Defendemos também a adoção de projeto já realizado com sucesso na Bahia e em Pernambuco, chamado de Pacto pela Vida, traduzido em um acordo multisetorial e na definição de metas de redução da criminalidade, com ênfase para crimes cometidos com violência.

No documento, falamos também dos programas “Água para Todos” e “Minha Casa Meu Maranhão”, bem como dos caminhos para o crescimento de nossa economia e para o combate à corrupção. Convido a que todos visitem o site http://www.dialogospelomaranhao.com.br e contribuam com o aperfeiçoamento do nosso Programa de Governo.

Flávio Dino, foi juiz, deputado federal e presidente da Embratur entre junho de 2011 e março de 2014.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s