Propostas para um Maranhão de Todos Nós

Por Flávio Dino

Artigo publicado no Jornal Pequeno deste domingo (27)

Esta semana que passou, o movimento Diálogos pelo Maranhão mostrou à sociedade as primeiras 53 propostas que compõem o nosso Programa de Governo. Fiz a apresentação em uma entrevista coletiva, ao lado de vários companheiros do movimento suprapartidário que busca encontrar soluções para os problemas do nosso estado. As propostas nasceram da reunião de mais de 30.000 pessoas, em 12 meses de seminários, entrevistas e plenárias setoriais.

Todos sabemos que o Maranhão possui grandes riquezas. Tem recursos naturais abundantes, água e energia. Possui posicionamento geográfico estratégico e privilegiado em relação às grandes rotas do comércio internacional, próximo aos Estados Unidos e à Europa, bem como ao Canal do Panamá, que dá acesso à China e ao Japão. Além disso, nosso estado possui belas paisagens e diversidade cultural, o que nos dá um gigantesco potencial turístico, como pude mais uma vez confirmar ontem, visitando Tutóia e Paulino Neves.

Mas há uma contradição gigantesca entre todas essas riquezas e nossos índices sociais, que, invariavelmente, frequentam a última ou penúltima posição de todos os rankings do país. A causa dessa contradição está em um sistema político concentrador, que suga as riquezas de nosso estado em tenebrosas transações que rotineiramente frequentam o noticiário nacional, a exemplo da prisão do doleiro Alberto Youssef em um hotel de São Luis.

Para um problema político, a solução só pode ser política. Como nos ensina o grande militante social Manoel da Conceição, no livro Chão de minha Utopia, devemos buscar “o enfrentamento dos problemas a partir do encontro prático com a realidade”.

Em direção à superação da contradição acima apontada, mergulhamos no “encontro prático com a realidade”, produzindo como resultado o texto disponível no endereço eletrônico http://www.dialogospelomaranhao.com.br . Esse texto, como registrado em sua abertura, é “muito mais do que a soma de letras reunidas em uma folha de papel. Ele não foi escrito apenas com tinta, nem é produto apenas de um discurso racional sobre o Maranhão. Cada linha foi tecida por muitas mãos, com fios chamados ESPERANÇA. Ouvimos as atuais gerações de maranhenses, mas também a reverberação das vozes dos que nos antecederam nessa luta e deixaram um legado com o qual aprendemos e ao qual reverenciamos.”

Dentre as propostas, destaco o Mais Médicos Maranhão, que visa combater, de modo duradouro, a falta desses profissionais de saúde em nosso estado, com mais vagas e mais cursos de medicina, além da implantação da carreira de Estado para os médicos e de bolsas complementares no PROVAB (em todas as áreas: medicina, enfermagem, odontologia etc).

Na área da segurança, propomos o programa Segurança para Todos, com a duplicação da força policial e ampliação dos direitos da categoria. Defendemos também a adoção de projeto já realizado com sucesso na Bahia e em Pernambuco, chamado de Pacto pela Vida, traduzido em um acordo multisetorial e na definição de metas de redução da criminalidade, com ênfase para crimes cometidos com violência.

No documento, falamos também dos programas “Água para Todos” e “Minha Casa Meu Maranhão”, bem como dos caminhos para o crescimento de nossa economia e para o combate à corrupção. Convido a que todos visitem o site http://www.dialogospelomaranhao.com.br e contribuam com o aperfeiçoamento do nosso Programa de Governo.

Flávio Dino, foi juiz, deputado federal e presidente da Embratur entre junho de 2011 e março de 2014.

Vereador cobra asfaltamento de ruas em Bequimão

Avenida Antonio Dino está cheia de buracos

Avenida Antonio Dino está cheia de buracos

O vereador Elanderson (SDD) apresentou indicação na Câmara Municipal solicitando ao prefeito Zé Martins (PMDB) execute o convênio n° 094/2013 – ASSJUR/SECID (Processo n° 167864/2013-SECID) celebrado pela Prefeitura de Bequimão e a Secretaria de Estado de Cidades e Desenvolvimento Urbano, que repassou à Prefeitura o valor de R$ 525 mil para pavimentação asfáltica das Ruas Santos Dumont, Barão do Rio Branco, Rua em frente à Praça e Avenida Antônio Dino.

Ao justificar o pedido, Elanderson informou que as Ruas Santos Dumont, Barão do Rio Branco, Rua em frente à Praça e Avenida Antônio Dino estão em péssimo estado de trafegabilidade, o que contribui para a ocorrência de acidentes e danificação de automóveis e motocicletas.

“Apesar do convênio ter sido realizado desde o mês de outubro do ano de 2013, até a presente data, o mesmo não foi efetivamente executado”, disse o vereador.

Com informações do Blog do Elanderson

Flávio Dino defende criação do Mais Médicos Estadual

Flávio Dino volta a ser destaque nas inserções nacionais do PCdoB. Desta vez, os conteúdos de rádio e televisão tratam da situação da saúde no Maranhão, estado que registra o menor número de médicos por habitantes do Brasil.

Em mais uma da série de inserções em que discute a realidade dos municípios maranhenses, Dino aparece nas inserções conversando com um morador de Itapecuru. Quando sofreu um acidente, ele precisou ser transferido para outra cidade por falta de médicos e recursos para resolver o problema de saúde do paciente. No mês passado, as propagandas trataram de Educação e Segurança Pública.

“Nós já temos o Mais Médicos Federal, agora é preciso criar o Mais Médicos Estadual. Garantir aos médicos uma carreira bem remunerada, qualificar os cursos de Medicina e abrir mais vagas”, analisa Flávio Dino.

As inserções começaram na última quinta-feira e se estendem em datas alternadas até o final deste mês de abril.

Cedric Myton é atração no Aleluia Reggae em Bequimão

Do idifusora.com

cedricO som do jamaicano Cedric Myton promete fazer a cabeça dos regueiros no município de Bequimão, a 54 km da capital São Luís, no 2º Aleluia Reggae Roots, que acontece neste domingo (20).

Para abrir a noite e preparar os regueiros para a atração internacional, subirão ao palco também o Resistência Reggae, Conexão Reggae Show, Reggae Raiz, Banda Barba Branca e Fabiana Rasta e Rzee Jackson.

A noite ficará completa com o peso de Cedric Myton, que incorporou desde muito jovem a musicalidade e a fé Rastafari. Ele nasceu em 1947, em uma vila pobre da Jamaica, chamada Porto Velho. Com o grupo The Tartans, Myton estreou profissionalmente na música, em meados de 1960. Mais tarde, no Rases Reais o jamaicano aperfeiçoou suas habilidades de composição, lançando diversos hits.

Foi nesse período que começaram a crescer seus dread locks e passou a comer apenas alimentos Ital (uma dieta baseada em frutas, legumes e outros vegetais, com restrição de alimentos industrializados e carnes). Tudo isso faz parte da fé Rastafari, que inicia com o batismo pelo fogo.

Por causa dessa fé e seu caráter bastante observador, Cedric Myton foi perseguido e até apanhou da polícia em 1976. Ele deu a volta por cima quando conheceu Rasta Roydel Johnson, em meados de 1977, com quem formou o The Congos. O som do grupo era considerado assombroso, marcadamente pelo peso da voz de Myton. Foi com esse grupo que Cedric ficou conhecido em todo mundo.

Seus discos mais populares são “Congo Ashanti” e “Face the Music”, que devem servir como base para a apresentação em Bequimão.

Já em carreira solo, o jamaicano aporta em terras bequimãoenses para uma noite histórica e imperdível, na Gandaia Casa de Show. Os ingressos antecipados podem ser adquiridos na loja VestCal, no Centro, pelo preço de R$ 10,00.

O valor da cultura maranhense

Flávio Dino

No âmbito do movimento Diálogos pelo Maranhão, realizamos importante encontro com artistas e produtores culturais do Maranhão, na cidade de São Luís. A coordenação do nosso movimento recolheu diversas sugestões que serão integradas ao programa de governo que iremos apresentar à população do nosso Estado quando da próxima campanha eleitoral.

A cultura é um vetor de identificação do nosso povo, é o que nos faz reconhecer como maranhenses, inseridos no Brasil e no mundo. Por si só, esse já seria um atributo valiosíssimo da cultura para nosso estado. Mas ela também é um poderoso instrumento de inclusão social para milhares de pessoas.

O programa Pontos de Cultura, lançado pelo então ministro da Cultura Gilberto Gil, é um bom exemplo de como isso funciona. Por meio dele, o governo federal reconhece a importância de grupos culturais, passando a apoiá-los financeiramente. Além de ser um reconhecimento, por parte do Estado, de iniciativas espontâneas da sociedade, o programa promove a inclusão social de milhares de jovens e adolescentes.

A constituição de uma grande rede descentralizada de Pontos de Cultura, abrangendo todas as regiões do belo e vasto território maranhense, deve ser uma preocupação prioritária dos gestores de políticas públicas de cultura.

Em outro plano de analise, ressalte-se que, além de seu valor simbólico e social, a cultura tem um peso econômico. Basta olharmos os impactos econômicos gerados pelo Carnaval e Festas Juninas em nosso estado. Mas tal movimentação econômica não se refere somente aos eventos, pois durante o ano inteiro recebemos turistas de todo o Brasil e também do exterior interessados na beleza única da arquitetura de nosso centro histórico, na nossa gastronomia e no artesanato maranhense. São manifestações culturais que se transformam em geração de emprego e renda para milhares de maranhenses.

Como debatido nos Diálogos com a Cultura, tudo isso seria mais forte se houvesse espaços culturais descentralizados, aptos a estimular talentos que brotam no solo maranhense em grande quantidade.

Já demonstrei meu compromisso de vida com uma política cultural de Estado. Em minha passagem pela Câmara dos Deputados, fui relator da Lei que criou o Vale-Cultura, que este ano entra em vigor em todo o país. Já na Embratur, implantei um inédito programa de divulgação internacional da cultura brasileira, contando inclusive com a participação direta de artistas maranhenses.

Por tudo isso, agradeço à bela mobilização de militantes do setor cultural do nosso Estado e ao brilho especial que eles trazem ao nosso movimento Diálogos pelo Maranhão.

Othelino Neto anuncia apoio do vereador Elanderson

Othelino Neto tera apoio do vereador Elanderson

Othelino Neto tera apoio do vereador Elanderson

O vereador Elanderson (SDD) vai apoiar o deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) nas eleições de 5 de outubro deste ano.

O anuncio foi feito pelo deputado comunista, na tarde deste sábado, 12, pelas redes sociais.

“Tive a alegria hoje de receber a declaração de apoio do vereador Elanderson Pereira (SDD), da querida cidade de Bequimão”, afirmou Othelino Neto em seu perfil no Facebook.

Em seu primeiro mandato, Elanderson tem marcado sua atuação com firmeza na fiscalização do Executivo e pelas proposições em prol da melhoria da população do município.