Aluno da Baixada conquista primeiro lugar em Medicina

Da UFMA

 Foto Estudante de São Bento, primeiro lugar em Medicina, recebe visita do Reitor

 SÃO BENTO – Natural de São Vicente de Férrer, 18 anos, um sonho. Assim, começa a história do jovem estudante da escola Dom Francisco, Cleyton Domingos dos Santos Campos, na baixada, mais precisamente na cidade de São Bento.
 
 
Desde jovem, a sua curiosidade pela novidade e pelo desconhecido despertou a sua atenção para a ciência, nada comum para pessoas da idade dele, que nesta fase da vida, prefere o futebol e outros tipos de diversão.
 

Cleyton, que ministra aulas de matemática, química, física e português está sempre focado naquilo que almeja e, por consequência, antenado em programas jornalísticos e educacionais. Por exemplo, ele é fã do Canal Futura, onde adquire parte do seu aprendizado. “Recomendo o canal por ter um conteúdo elevado e bem cotidiano, que nos faz aprender em todos os seguimentos e áreas”, afirma.

Partilhar desse conhecimento ou desse mundo virtual rendeu ao jovem baixadeiro um lugar entre os classificados para o curso de Medicina da UFMA, cuja primeira turma inicia em março, no campus de Pinheiro.

Porém, para realizar esse sonho, era necessário muita dedicação e horário para tudo porque ele sabia o quanto o curso de medicina é caro e exige recursos, tempo e disposição. Ele pensava então em como fazer aquilo que tanto queria, já que Medicina só existia em São Luís ou então em outro estado.

Para ele, era muito difícil se deslocar para outra região uma vez que a sua família, de baixa renda, vende cremosinho e depende do Bolsa Família para se sustentar.

O jovem cientista já havia passado em primeiro lugar para o curso de Química Industrial na UFMA pelo ENEM/SiSU, mas por falta de condições financeiras ele não conseguiu se deslocar até a capital para matricular-se no curso.

Foi então, que entusiasmado, soube que seria implantado um Curso de Medicina na Universidade Federal do Maranhão, em Pinheiro.

Contente com tal notícia, não hesitou em pensar duas vezes e se dedicou integralmente aos livros, enquanto, ao mesmo tempo, se inscreveu no ENEM/SiSU passando em primeiro lugar obtendo mais de 800 pontos. Essa vitória já lhe rendeu sucesso.

Ele está famoso e conhecido por toda baixada por causa da notícia que fizeram questão de mostrar que, com dedicação, é possível aos jovens da região terem acesso a um ensino público e de qualidade, ainda mais em um curso considerado um dos mais concorridos e difíceis.

Ao saber dessa conquista, o Reitor da UFMA, Natalino Salgado, que também é baixadeiro e natural de Cururupu, fez questão de visitar o jovem e sua família para conhecer um pouco da história de vida dessas pessoas. “Fiquei muito feliz ao saber da notícia porque isso demonstra que, com esforço e dedicação qualquer sonho pode virar realidade”, disse.

Assim, na última quinta-feira, o Reitor foi à Cururupu para vistoriar o local onde vai funcionar o Curso de Engenharia de Pesca e, em seguida, passou em São Bento para conhecer e conversar com o jovem Cleyton, que surpreso e emocionado com tal visita, revelou que pretende ser neurocirurgião. “Minha vontade é fazer neurocirurgia, me especializar nessa área”, afirmou.

O reitor Natalino explicou a ele que, a partir do próximo ano, o Hospital Universitário terá essa especialidade, e que as portas estarão sempre abertas para ele, inclusive para o momento em que ele começar a fazer Residência Médica. “Sou uma pessoa que me cobro um pouco e não gosto muito que as pessoas me elogiem, porque eu é que tenho que me sentir bem, se eu consigo atingir uma coisa e me sentir bem com aquilo, aí eu me sinto satisfeito, mas enquanto eu não atinjo os meus objetivos sou uma pessoa que me cobro, estudando e procurando novos conhecimentos”, revelou Cleyton.

Emocionado com a aprovação ele diz que esse não é um mérito só dele e sim de todos que o ajudaram. “Essa conquista é dos meus familiares, dos professores da Escola Dom Francisco na qual estudo, dos diretores que sempre incentivaram os alunos para participarem das olimpíadas desde a 5ª série. Sinto-me satisfeito por ser reconhecido dentro da minha escola, na minha cidade e na minha família, porque alcancei algo que é bem difícil”, comemorou para falar em seguida da surpresa em receber o Reitor da UFMA, na escola que estuda e em sua residência, já que ele só ouvia falar do gestor da Universidade pela mídia ou por alguém e nunca tinha o visto pessoalmente. “Fiquei surpreso com a visita porque não conhecia o Reitor, mais já tinha ouvido falar muito dele, pela dinâmica do seu trabalho e que se preocupa sempre com a interiorização”, destacou.

Cleyton também ressaltou que o reitor é uma pessoa que tem uma grande força de vontade para fazer da Universidade uma referência e, principalmente, por ter trazido novos cursos para a baixada, inclusive o de medicina, já que a região praticamente não tem estrutura para isso. “Percebi também que ele é uma pessoa que quer mudar o cenário da educação maranhense, por meio da UFMA para que se torne uma Universidade bem conceituada. Precisamos disso, precisamos que os gestores levem a educação até as regiões que não possuem esse acesso, porque é muito difícil nós irmos buscar em outros locais, uma vez que nos faltam recursos e incentivos, e por isso ficamos desestimulados”, frisou.

Ele acredita que esse curso de medicina vai ser um grande incentivo para a baixada e vai melhorar bastante a educação da região visto que incentivará os jovens. “Vejo que o Reitor, que também é da baixada, quer trazer esse incentivo, ele viu que as dificuldades são grandes. Então estou muito feliz por estar nesse curso”, vibrou.

O reitor Natalino Salgado falou da sua satisfação em vê que, com muito esforço, Cleyton conseguiu entrar em um curso de muita concorrência mostrando a sua competência, que é fruto do desejo de vencer e de estudar, mas, sobretudo, da orientação dos professores da escola Dom Francisco, mostrando que o importante é levar cada vez mais a educação até os jovens. “Talento você tem em todos os lugares, mas a educação precisa chegar até os jovens em qualquer ponto deste País. Deu para perceber o entusiasmo e o desejo dele em ser médico e mais do que isso, ele já está pensando na possibilidade de fazer uma especialização em neurocirurgia”, afirmou Natalino para mais adiante anunciar que próximo ano será implantada uma residência em neurocirurgia no HUUFMA. “Ele está consciente de que irá fazer um bom curso de medicina para ajudar esta região a se desenvolver”, comemorou.

Para Natalino, a educação está dando essa oportunidade, porque a educação é o fator principal para o desenvolvimento do País, e aquele que consegue ter uma boa formação educacional tem cidadania e se emancipa como cidadão. “Hoje, Cleyton é um cidadão com perspectiva enorme de uma carreira brilhante em que ele vai ter o prazer de exercer a profissão que ele almejou e, ao mesmo tempo, servir o seu País e sua região”, concluiu.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s