O que festeja Roseana Sarney?

Por José Reinaldo Tavares

É claro que natal e ano novo são datas festivas, a primeira é uma comemoração religiosa, o nascimento de Jesus, uma comemoração para se passar em família em clima ameno e festivo de confraternização. O Ano Novo é uma data marcante, que celebra a esperança de um novo ciclo melhor para todos, comemorada em bailes e festas com grande número de pessoas. É uma alegria geral, em todo o mundo.

Portanto, como disse acima, são datas festivas, próprias para celebrações. E vejo pelos jornais a comemoração da governadora Roseana Sarney, na Casa de São Marcos, com políticos aliados, secretários e amigos. Até aí nada demais. É uma tradição. É normal.

No entanto, leio também nos blogs da família que “A governadora Roseana Sarney vive um dos melhores finais de ano dos últimos tempos. E demonstra isso no dia a dia pessoal e do governo. Seu estado de espírito é mais leve, brilhante”. Isso é ótimo! É sempre bom esse sentimento, quando motivado pela sua vida pessoal, familiar. Mas não deve ser pelo governo que faz… Imagino que nem ela está satisfeita com o seu governo e a situação de decadência total pela qual passa o estado – pior, ou quase pior, em todos os indicadores sociais.

Seria possível pensar assim, só se ela desconhecesse completamente a realidade em que vive a população maranhense e acreditasse e lesse apenas os seus jornais e blogs. Mas será que desconhece que a imensa maioria da população, mesmo na capital, não tem água em suas casas? Que a ilha está toda poluída, o que já acontece com as praias, já que no estado a carência de saneamento básico e tratamento adequado de efluentes sanitários são realidades pungentes?  Que educação pública oferece um ensino de matemática e ciências classificado como os piores do planeta? Que não temos ensino técnico ou profissional e que, se qualquer empresa ou indústria de grande porte vier para cá, terão que importar todos os técnicos de fora?

Que a saúde é o pior problema que a população enfrenta, dito por eles mesmos em pesquisa do IBOPE? Que a violência não livra lugar nenhum e que presos são degolados todos os dias, sem reação e tampouco providências do governo? Que temos, no país,  o pior acesso à justiça e a maior quantidade de casas inadequadas? Que as estradas recém-construídas já estão esburacadas antes mesmo da inauguração?   Que o Piauí, um estado “teoricamente” muito mais pobre do que o Maranhão, em dois anos no exame do PISA, passou de 21° para 11° lugar entre os estados brasileiros, com ensino de nível de qualidade comparado ao da Argentina?

Que a Organização dos Estados Americanos (OEA) abriu processo contra o Brasil por causa da mortandade nas cadeias administradas pelo governo do Maranhão? Que o Ministério Público Federal deu 15 dias para a governadora explicar o que acontece e quais as providências que está tomando para acabar com a matança?

Infelizmente, podem ter certeza, nem a OEA e nem o Ministério Público Federal vão conseguir fazer com que esse governo trabalhe…

Portanto, estimados amigos,  Roseana Sarney deve estar muito feliz e contente com a sua vida privada, porque o seu governo não dá a ela esses motivos. Nem a ela e nem a nenhum maranhense.

Para concluir, desejo boas festas a todos os meus amigos e a todos os meus queridos leitores que estiveram comigo todas as terças-feiras aqui no Jornal Pequeno. Que prevaleçam momentos amenos e bons sentimentos.

E que, esperançosos, torçamos por um 2014 que nos traga a mudança que o povo do Maranhão tão urgentemente necessita e quer.

Um forte e fraterno abraço.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s