Mudança de gogó

Por: José Reinaldo Tavares

Achei muito interessante a oligarquia dizer que a oposição fala muito em mudança, mas que é só ‘mudança de gogó’. Não entendi direito. Estão cobrando da oposição que faça agora as mudanças que fará quando tiver o poder em 2014? Agora? Mas como, se quem está no poder e fazendo apenas ‘mudanças no gogó’ são eles?

O que é a refinaria se não ‘mudança no gogó’? Roseana nadou na crista da onda com a refinaria em 2010 que seria simplesmente a maior do mundo e capaz de modificar inteiramente a economia maranhense com a criação de 400 mil empregos. Para convencerem a população de que Roseana traria, se eleita, novos tempos, armaram um gigantesco teatro, sem precedentes pelo tamanho da enganação envolvida, tanto que para cá vieram Lula, que era o presidente da República; Dilma, que era a futura candidata à presidência; José Sarney, presidente do Senado; Lobão, ministro das Minas e Energia, e a oligarquia em peso. Não faltou ninguém no teatro armado. Isso elegeu Roseana Sarney ao governo, pois em consequência ela amealhou mais de 40% dos votos da capital, empolgada com tanto progresso e empregos. Uma festa.

O presidente da Petrobras da época, em depoimento na Câmara, quando inquirido sobre esse projeto, antes do lançamento do mesmo aqui, disse sem papas na língua que esse não era o negócio da companhia, que não havia projeto e nem orçamento. Tudo cheirava como uma gigantesca enganação.

Mas a mentira não durou muito tempo e o jornal carioca O Globo, em matéria desta semana passada, taxou o projeto de político e irrealista e sem sentido. Ou seja, nunca existiu de verdade. Não cabe nas finanças e objetivos da empresa.

O mais grave é que muita gente acreditou. Muita gente investiu por conta. A mentira está sendo desastrosa, inclusive para a construção civil na capital que agora não consegue vender uma grande quantidade de apartamentos prontos ou quase prontos. A atividade econômica na cidade caiu muito e há muita reclamação contra o governo causador de tudo isso.

Agora que a refinaria virou ‘mico’ eles querem jogar toda a responsabilidade da enganação em cima de Lobão.

A farsa da refinaria foi montada em conjunto, mas a grande e maior beneficiária foi Roseana que tinha grandes dificuldades para se eleger em 2010. Não podiam deixar a eleição ir para um segundo turno, pois isso significava derrota certa. Veio então a grande encenação da refinaria.

Agora ela não quer mais colar sua imagem à refinaria. É mico. E aí a tentativa de deixar Lobão falando sozinho, tentando explicar o que não tem explicação. Na verdade, querem deixar Lobão como único responsável pela lambança. Só gente boa…

É ou não é ‘mudança no gogó’?

E os empregos que viriam de uma grande quantidade de empresas, que estavam se instalando no estado? Viriam da refinaria, da celulose, da acearia de Açailândia, das termoelétricas de Eike Batista, do lençol boliviano de gás em Capinzal e enfim desse progresso espantoso que ela teria trazido.

Mas a realidade é muito diferente da propaganda de Roseana Sarney. O Caged – Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, do Ministério do Trabalho que é publicado todos os meses traz o seguinte resultado: em fevereiro a quantidade de demissões superou a de novos empregos em 1.217. E o balanço do ano é de menos 4.047 postos de trabalho. É ou não é outra ‘mudança no gogó’?

Mas tem muito mais. Lembram-se das promessas de campanha de Roseana Sarney de que com ela no governo todos iam poder dormir sossegados, até de janelas abertas, pois a segurança seria perfeita? A realidade é a seguinte: São Luís é a sétima capital mais violenta do país em 2012. Pouco tempo atrás éramos a 26ª. Isso há seis ou sete anos. E esse é o clima em todo o estado. É só mais uma ‘mudança no gogó’.

E a educação que vai de mal a pior? Se bem que nessa ela nunca prometeu melhorias. É um assunto que parece detestar. A começar quando saiu do governo em 2002, deixando 159 municípios sem ensino médio. Mas nesse assunto estamos em queda livre. Dados do Instituto Todos Pela Educação mostram que no Maranhão quase todos os municípios não conseguiram alcançar a nota mínima de 3,7. É um dado macabro, segundo o Instituto. Estes são dados do IDEB de 2011. O que era ruim ficou pior.

Só sete estados brasileiros não conseguiram alcançar a meta em português e matemática conjuntamente: Acre, Alagoas, Amapá, Paraíba, Pernambuco, Roraima e como sempre o Maranhão. O Piauí ultrapassou folgadamente as suas metas, só por exemplo. E pasmem as metas do Maranhão, tanto em português como em matemática eram as mais baixas do Brasil. Vergonha total. E ficamos bem distantes delas.

Na verdade, as listas de promessas do tipo ‘mudanças no gogó’ é interminável. Mas, vou ficar só com mais uma. O abastecimento de água, promessa recorrente e nunca cumprida. São Luís não tem água até hoje. E uma que já vira brincadeira tal a irresponsabilidade como é tratada pelo governo, é o esgotamento sanitário e a poluição das praias. Todas estavam interditadas e de repente sem que nenhuma obra ou providência tivesse sido executada, foi anunciado com pompa, inclusive com banho do secretário no mar antes poluído, que já estava tudo perfeito. Agora volta o anúncio de que está tudo poluído e muito. É ou não, caso de ‘mudança no gogó’?

E a oposição é que faz ‘mudança no gogó’…

O senador José Sarney, em artigo, lamenta a seca do nordeste e diz que os nossos indicadores sociais – que estavam melhorando muito, segundo ele – vão piorar de novo porque estão vindo muitos nordestinos para cá, fugindo da seca. Ninguém ouviu falar disso, mas o senador é bem informado. Mas se temos os piores indicadores sociais do país, como poderemos piorar se pessoas de outros estados, todos com melhores indicadores do que nós, vierem para cá?

Não deu para entender. Ou melhor, a piora dos nossos indicadores já tem culpados. Os nordestinos que vieram para cá…

Se eles se empenhassem para resolver o problema da mesma maneira que se empenham em tentar explicar talvez a situação fosse outra.

O ex-governador José Reinaldo Tavares escreve para o Jornal Pequeno às terças-feiras

Anúncios

Uma resposta em “Mudança de gogó

  1. Em bem capaz do eleitor maranhense acreditar noutra maranhada e votar neles de novo! Tem que ter muito otário no Maranhão para isso. E olha que eles acham!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s